DAENS - UM GRITO DE JUSTIÇA: EXCELENTE FILME SOBRE A REVOLUÇÃO INDUSTRIAL

Daens - Um Grito de Justiça

Priest Daens (1992)
Direção: Stijn Coninx
Ano: 1992
País: Holanda, França, Bélgica
Gênero: Drama
Duração: 138 min. / cor
Título Original: Daens
Sinopse:
Na cidade de Aalst, norte da Bélgica, um grupo de trabalhadores vive em condições miseráveis, vítimas da exploração da indústria de tecidos onde estão empregados. A situação começa a mudar quando um padre revolucionário é transferido para a cidade e assume a igreja local.

A história apresentada no longa 'Daens - um grito de justiça' se passa no século XIX, momento o qual a Europa caminha para o mundo urbano-industrial (de feudalismo para capitalismo) . Por ser isso uma mudança radical em todos seus aspectos, chamaram-na Revolução. Nesse período se iniciam as primeiras rebeliões dos trabalhadores da indústria por melhores condições de trabalho. Ainda não havia leis que garantissem os direitos trabalhistas e o papel da Igreja era muito importante para a sociedade.
Na Revolução Econômica, o comércio faz surgir a divisão social do trabalho. A divisão entre proprietários e não-proprietários dos meios de produção é bem nítida desde então. Os trabalhadores eram escravizados, principalmente mulheres e crianças que, mesmo cumprindo uma carga horária trabalhada de até 14 e 16 horas por dia, tinham seus salários reduzidos com o pretexto de não possuírem força física suficientes. A mortandade acontecia em grande escala. A mecanização desqualificava o trabalho, o que tendia a reduzir o salário.
Surgem as classes sociais burguesia (proprietários dos meios de produção), e proletariado (força de trabalho). A Nobreza feudal perde seu domínio para a classe economicamente vigente. A Igreja por temer desprestígio do povo e, consequentemente a entrada do Socialismo (doutrina que preconiza a propriedade coletiva dos meios de produção e a organização de uma sociedade sem classes) que diminuiria seu poder, se aliou aos industriais e à burguesia. No filme é clara a doutrina Rerum Novarum da Igreja.
Rerum Novarum é uma encíclica que trata de questões levantadas durante a revolução industrial, e critica as sociedades democráticas no final do século XIX. Apoiava o direito dos trabalhadores formarem sindicatos, mas rejeitava o socialismo e defendia os direitos à propriedade privada. Discutia as relações entre o governo, os negócios, o trabalho e a Igreja.
A história começa a mudar com a chegada de Padre Daens, cuja sensibilidade fê-lo incitar o povo através do jornal católico a lutar por seus direitos.


0 comentários:

Desenvolvido por Otávio Rafael

Copyright © 2009